Blog/ Mercado de Trabalho

Trabalho remoto internacional para profissionais de TI

O que você precisa saber antes de encarar um trabalho remoto internacional. Experiência, nível de Inglês, etc...


Publicado em

Palavras-chave: trabalho, remoto, internacional, home office, oportunidade, realidade, opinião

Trabalho remoto internacional para profissionais de TI

Todos sabem que a pandemia de COVID-19 pegou o mundo de surpresa no ano de 2020, mas eu digo que sem dúvida ela também mudou o mundo para sempre, como outros eventos mundiais dela.

E provavelmente a maior mudança de todas foi a grande onda do trabalho remoto, criando uma forte tendência que mudou completamente o mercado de trabalho e o estilo de vida de muita gente em uma escala realmente global.

Algumas profissões demonstraram boa adaptação ao trabalho remoto, princialmente as relacionadas com tecnologia. Assim, caíram muitas fronteiras limitantes para o trabalho e muitas empresas do mundo inteiro passaram a abrir oportunidades para profissionais de qualquer lugar do mundo.

Ofertas de trabalho remoto disponíveis internacionalmente para profissionais de TI, principalmente desenvolvimento de software, são cada vez mais comuns e muitos brasileiros já estão seguindo essa onda há algum tempo.

Mas o que você precisa saber antes de encarar uma carreira remota internacional?

Pensando em compartilhar um pouco da minha experiência, segue-se uma pequena série de artigos sobre o assunto com informações que podem ser interessantes para quem pensa a respeito mais ainda não teve uma oportunidade ou ainda não tentou encarar uma carreira remota internacional.

Tentarei responder algumas perguntas como:

  • Experiência prévia é requisito?
  • Precisa falar Inglês perfeitamente fluente?
  • Trabalho internacional é melhor que os nacionais?

Você pode pensar que as respostas são óbvias, mas comentarei um pouco mais em detalhes os temas e a realidade ao redor deles, segundo o que tenho percebido. Algumas coisas podem te surpreender...

Então, se quiser acompanhar o conteúdo, fique atento às atualizações deste blog. Os links serão sempre compartilhados no Linkedin e você pode também assinar o feed RSS (será que alguém ainda usa isso?).

E se você quer fazer alguma pergunta sobre o assunto, basta escrever abaixo nos comentários.