Blog/SEO

É preciso otimizar um site para ser listado nas buscas?

O quanto é preciso "otimizar" um site para ser indexado pelo Google? Os mecanismos de pesquisa listam apenas conteúdos otimizados com SEO?

Publicado em

Atualizado em

Palavras-chave:SEO, busca, pesquisa, otimização, indexação

É preciso otimizar um site para ser listado nas buscas?

Se você viu meu artigo anterior onde falo sobre este blog personalizado e mostro algo interessante sobre a indexação dele no Google, aqui vou desenvolver um pouco mais o assunto. Se você ainda não viu, não tem problema, mas fique à vontade para ver se quiser.

Ok, eu não sou nenhum engenheiro do Google para dizer os segredos de como o robô de busca mais importante da Internet funciona em seus mínimos detalhes. Aliás, até mesmo dentro da Google, o departamento de desenvolvimento do robô de buscas é de acesso restrito apenas a pessoal autorizado, é um segredo muito bem guardado.

Apesar disso, a Google publica muitas páginas de conteúdo e ferramentas para desenvolvedores e outros profissionais, informando sobre como o robô de busca entende o conteúdo de sites para listar em seus resultados de pesquisa. Conhecer e aplicar essas informações e técnicas na publicação de sites na Internet é conhecido como SEO (Search Engine Optimization), que significa Otimização para Mecanismos de Pesquisa.

Porém, sobre a indexação no Google, tenho uma pergunta "interessante" a fazer...

O quanto é preciso "otimizar" um site para ser indexado pelo Google?

Então prepare-se para uma resposta talvez polêmica e controversa:

Nada! Não é preciso se preocupar com nenhuma "otimização" para ter seu site indexado.

O que? Como assim? E tudo aquilo que os profissionais de SEO dizem?

Calma! Vamos por partes. Para começar, responda a esta outra pergunta:

Quem você pensa ser o maior interessado em que o buscador consiga encontrar qualquer conteúdo na Internet: nós ou a Google?

Parece que muita gente nesse meio de desenvolvimento e SEO não se atualizou muito ao longo do tempo. Ao contrário do robô de buscas do Google, que evolui, é atualizado e otimizado constantemente.

Vejo muita gente publicando artigos na Internet falando de indexação no Google ainda se baseando em limitações já ultrapassadas pela tecnologia das buscas. Hoje o Google é bem mais "inteligente" para entender conteúdos do que era a 10 anos atrás.

Na documentação da Central de Pesquisa Google, uma das páginas começa com a seguinte frase:

O Google não exige medidas especiais para seu conteúdo aparecer nos resultados da pesquisa.

É por isso que estou usando o termo "otimizar" sempre entre aspas. Não é necessário fazer nada para o seu conteúdo publicado na Internet ser encontrado pelo Google.

Então para que servem as técnicas de SEO? Basicamente, para tentar um ranking melhor nas buscas, ou seja, tentar se aproximar mais dos resultados na primeira página. Mas entenda que isso é uma missão muito difícil de cumprir e nem mesmo aplicando-se todas as técnicas conhecidas não existe uma garantia de que seu conteúdo será listado entre os primeiros resultados, ninguém pode prometer fazer isso sem uma boa explicação de como. Existem muitas condições envolvidas e isso é assunto para outra conversa.

Resumindo: se o seu conteúdo está publicado na Internet, em um site ou blog de qualquer tipo, ele será indexado pelas buscas e poderá aparecer nos resultados de pesquisa. Apenas não sonhe aparecer nos primeiros resultados tão facilmente.

Mas e se for uma SPA (Single Page Application)? Um site com conteúdo dinâmico renderizado do lado cliente (no navegador) por frameworks modernos de frontend como Vue, Angular ou React? Esse tipo de site é indexado normalmente ou precisa de algum tipo de otimização específica?

Falaremos sobre isso no meu próximo artigo: SEO para Single Page Applications.

É isso aí, até lá!

...